• Instagram Social Icon
  • facebook-square
  • Tumblr - Black Circle

© 2017 by Adelmo Avancini.

September 25, 2019

Pobres de nós

Condenados ao comum

Quando os deuses nos chamam

Nem escutamos mais suas vozes

Nem nossos corações anelam mais

Pelo infinito

Perdidos estamos dos deuses

Que nos habitam e nos procuram

E tentam nos despertar

Acostumados com as palavras

Conformados com as aparências

Ac...

March 6, 2019

(Adelmo Avancini)

Punk espacial, recrio os seventies,
Construo o muro, ergo-me inteiro,
Renasço pra noite
Como um poema, um planeta,
Um garoto, uma garota.

Me abro e fecho as portas pro amanhã.
Vou, sim, não me esqueço,
Enquanto desço escadarias,
Afundo-me na noite,
No abismo,
No...

February 9, 2019

A menina, tranquilamente sentada em seu lindo vestido de esperada festa de quinze anos, em frente à porta do casebre antigo, na antiga Rua da Pedra, comia o inseto com nojo e coragem. Seus olhos negros, seu cabelo ruivo, eram o sonho rubro do menino. Ela vagava solta e...

February 4, 2019

Cores

(Adelmo Avancini)

O vermelho sobre o verde

E o azul, escuro e claro.

Caminham sobre os campos.

Nada há além daquele céu,

Da alegria da criança que tem tudo.

De repente, a chuva, sem aviso,

Sem afastar o sol.

De repente, o trovão.

Ao longe, um caminho,

Uma bicicleta se apres...

January 31, 2019

Saudades

(Adelmo Avancini)

Em sussurros percorro as ruas de Lisboa

A milhares de quilômetros da cidade.

Fingindo a presença, eu engano os passantes

Como um Mahatma faria.

Morri para o espaço que habito

E viajo pelas noites das cidades

E nenhuma me é mais cara

Que tu, Lisboa.

Sob...

March 18, 2018

Ode Marcial

(Álvaro de Campos, heterônimo de Fernando Pessoa)

Inúmero rio sem água — só gente e coisa,
Pavorosamente sem água!

Soam tambores longínquos no meu ouvido
E eu não sei se vejo o rio se ouço os tambores,
Como se não pudesse ouvir e ver ao mesmo tempo
Helahoho!...

March 16, 2018

A Índole da Multidão

Poema de Charles Bukowski

(Traduzido por Clarah Averbuck)

Há suficiente traição, ódio,
violência,
Absurdo no ser humano comum
Para abastecer qualquer exército a qualquer
momento.
E Os Melhores Assassinos São Aqueles
Que Pregam Contra o Assassinato...

March 11, 2018

Ela se aproximou de mim e disse seu nome, que já esqueci. Sentamo-nos no chão e folheamos revistas. Ela pediu a um dos seus amigos que lhe desse seu violão. Olhei seus olhos, enquanto ela dedilhava as cordas – eram claros e puros.


Eu nunca diria meu nome a um desconhec...

Cruzou por mim, veio ter comigo, numa rua da Baixa  
Aquele homem mal vestido, pedinte por profissão que se lhe vê na cara,  
Que simpatiza comigo e eu simpatizo com ele;  
E reciprocamente, num gesto largo, transbordante, dei-lhe tudo quanto tinha...

September 4, 2017

Esta noite ela vem -- ele respira seu perfume no ar da noite, o perfume que no frasco se esconde ainda, mas que convidará novas criaturas a cavalgar com ela até sua cabana de alquimista. Nos olhos do alquimista, brilha a certeza -- o que virá já está escrito em um livr...

Please reload

Featured Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recent Posts

September 25, 2019

February 9, 2019

February 4, 2019

January 31, 2019

March 18, 2018

March 11, 2018

September 4, 2017

Please reload

Archive
Please reload